Exausto Na Batalha... Contra Mim Próprio

E nem o melhor abrigo nuclear me poderia proteger, dos ataques que de dentro de mim teimam em crescer.

Melhor será aceitar o Caos...preciso (mais uma vez) de morrer para quem julgo ser...pois só depois da destruição, algo novo poderá Nascer.



Uma Inesperada Visita...Ao Jantar

Podes contar os minutos...pois a minha (nossa) Vida são só alguns...
Mas nesta breve visita, trouxe-te um Amor que jamais esquecerás.

(Não tivesse eu a ilusão de ainda ter muito tempo de Vida e, possivelmente, mais Alegria espalharia hoje mesmo pelo mundo.)


Elmo, Escudo...E Espada

Desde tempos imemoriais que tentamos nos defender o melhor que podemos das agressões externas.

É impressionante o arsenal de armas desenvolvido ao longo do tempo e suas sofisticações cada vez mais mortais...mas...a Verdade é que continuamos a sentir mais medo que nunca de supostos conflitos e acontecimentos que poderão vir a nos acontecer e nem sequer nos damos conta que o nosso maior "inimigo"...somos nós próprios.

Antes de sair para a "batalha" do dia a dia, para mim é cada vez mais Vital estar munido de três protecções (emocionais) que sinto serem mais importantes que qualquer tipo de seguro ou arma de defesa.

Em primeiro lugar, terei que saber que terei que dar o melhor que sinto e sei sem esperar retorno na mesma proporção...pois quantas vezes não recebemos muito mais do que aquilo que conseguimos ver e nem disso nos apercebemos...  o "Elmo" está então colocado.

Em segundo, perceber para lá de quaisquer duvidas que cada um, seja a que nível for, só dá aquilo que tem. Desafio todos a olharem para si próprios e negarem este Princípio...eis que o "Escudo" está também em acção.

Por fim, compreender que por trás de alguém que magoa, está alguém magoado, por trás de alguém que aleija, pune, castiga, ofende está alguém que foi aleijado, punido, castigado, ofendido...
Sabendo eu o caos emocional que por vezes de mim se apodera e o quão difícil é saber gerir esses tempos e como gostaria de ser entendido, compreendido e não julgado, torna-se automático o sentimento de compaixão e compreensão por aqueles que dessas emoções mais não são do que escravos...e o ciclo de dor quebra-se...eis que a "Espada" funcionou sem sequer ser desembainhada.

É estranho pois a noção de "inimigos" cada vez mais vai desaparecendo na inversa proporção da Amizade que vais sentindo...por ti próprio.


À Calorosa Distância...Do Sol (A)

O Verdadeiro Sentir é sem tempo...e se a distância o diminuísse, a esta hora o Sol já teria desistido de abraçar a Terra. (A)




(Re)Toques...No Coração (A)

Há momentos em que as flores se vão e nem todas as lágrimas que vertamos as poderão fazer voltar...

Alguém foi muito Especial para nós...vivemos momentos de Verdadeira Comunhão, Alegria e Encanto e, bem lá no fundo do Coração, sabemos que só assim é que vale a pena Viver (com V GRANDE).

Mas esse alguém se foi...todos sabemos o "vazio" que nos consome depois de algo tão desejado pelo nosso Coração se ter revelado, para depois voltar a afastar-se.
Mas...porque ficar triste? Parece que o próprio tentar voltar a sorrir revela um pouco de indiferença, esquecimento e superficialidade para com tudo o que se passou... Parece que não há mais nenhuma solução... mas será mesmo assim?

Se olharmos a fundo e com Atenção, veremos que mais importante do que querermos prolongar esses momentos por nós, é sabermos que essa pessoa a quem ficámos ligado está bem...feliz...e perto daqueles que sente no Coração...e que nos quer muito bem e que sejamos muito felizes também e isso é que é mesmo Importante.

Há momentos na Vida em que a nossa única opção é voltarmos a ser Alegres...é algo estranho pois há em nós esse sentimento (que sabemos no fundo ser Verdadeiro) de que todos os momentos menos bons que passámos, os passámos para tudo voltar a fazer sentido com alguém que (mesmo por breves momentos) Sentimos de Verdade.

Que sejamos Alegres então...não por indiferença...mas sim por Respeito e Carinho...jamais para apagar esses momentos e esquecê-los...mas sim por Grandeza e Amor... pois mesmo no rigoroso frio de Inverno, em que nada parece estar Vivo, junto ao Coração da Vida as mais belas flores preparam-se para (Re)nascer e quando menos deres disso conta....eis que chega de novo a Primavera. (A)


Traumas...Conflitos...A Benção das Recaídas E Fast Food Emocional

Tudo o que tem carga emocional elevada, é registo automática e previlegiadamente pela nossa mente sem que disso nos demos conta ou tenhamos interferência consciente no processo... o principal responsável por tal, é um "fenómeno denominado" por RAM (registo automático de memória).

Certamente não nos lembramos do que almoçámos no dia 23 de Agosto de 2001...mas não nos lembramos nós do nosso primeiro beijo assim como da reprimenda e açoites mais fortes que em criança levámos?

Sempre que algo fica em nós a nível psicológico é porque, de algum modo, tinha grande peso e era algo bonito que, do nosso ponto de vista, fazia sentido e transmitia-nos Direcção. Só que, não dependendo da nossa vontade para continuar, deixa-nos um vazio, vazio esse que, por não conseguirmos entrar em Comunhão com o nosso Ser, psicologicamente interpretamos como mau e negativo.

Saímos para a sociedade...diversões, noitadas, copos, na fútil esperança de esquecer...só que a memória não se apaga ( a não ser por trauma, tumor cerebral...) mas sim reescreve-se...mas como o fazer se tudo em nós quer fugir e apagar a dor que nos consome? Resultado...depois de passada a "euforia" da fuga, a sua irma gêmea (a que damos sempre uma conotação negativa e nunca a observamos a fundo) chamada  "depressão" aparece à nossa porta e nem pede permissão para entrar.

Talvez seja melhor ir a um psicólogo...fazer uma "mezinha"...rezar e pedir a ajuda de deus...acreditar nos nossos sonhos...imaginar a lei da atracção...habituámo-nos a pensar que a Vida nos traz algo bom de uma maneira rápida e  mesquinha que até o Mac Donalds já está a fazer um novo hamburguer chamado de Mc Emoções (brincadeira :)

Só que a Beleza que há em nós não aceita mediocridades de tal ordem para voltar a brilhar de novo...

Nosso única Solução...compreendermos, por nós próprios, ( é estranho pois é sempre de nós que queremos fugir...) que sentirmo-nos e aceitarmo-nos "em baixo" é o Caminho lento mas certo para transformar-mos o Caos em Verdadeira Ordem...pois os Vales fazem parte da Vida e são só Montanhas ao contrário.

E que "Recaídas" são bençãos disfarçadas para entrares em comunhão com o teu Ser... e descobrir o Amigo e a Grandeza que tens em ti.


Abençoado Conflito...

Quando, na diária escuridão, a Centelha por breves momentos reaparece, compreendes que o conflito (interno...psicológico) é o teu mapa fiel...de uma viagem sem destino.


Mortas Melodias...

Grândola Vila Morena...parece que é o som do momento.

Só é pena que aqueles que a cantam, nem se lembrem que foi esta a musica e o hino deste sistema político.

Mas mais do que este ou aquele sistema, (democracias, monarquias e afins) pior é a ditadura emocional em que todos vivemos em que, na ilusão de melhorar algo que está fora de nós, nem nos deixa perceber que o que precisa de ser melhorado é o nosso Ser...para valorizarmos já aquilo que temos e deixarmo-nos de mendigar por aquilo que julgamos que nos falta.

Os ciclos repetem-se...a ignorância mantém-se...o povo, reunido em massa (política, clubistica, religiosa etc) perpetuará e aumentará sempre a mediocridade que julga ver "no/s outro/s"..."outros" esses que não são... senão eles próprios.

"Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a "lutar" SÓ contra todos, se ele achar que tem razão." - Excerto de uma carta de Abraham Lincoln para o professor do seu filho.


Rios De Dinheiro...Ops...De Orgulho

Se o orgulho, medo e egoismo que há em mim se transformassem em dinheiro, Portugal seria hoje mesmo... o país mais rico do mundo.


Mal Me Quer?

Passamos a Vida toda preocupados com o que os outros pensarão de nós...

Só para chegarmos à conclusão que se houver uma só pessoa que Verdadeiramente se preocupe connosco é porque nos admira, nos apoia...e bem nos quer.


Ventos E Marés

Semelhante ao oceano é a nossa mente...

A um nível mais profundo, imperturbável com toda a superficial agitação... a maior parte do tempo, agredida por ondas que dela mesmo se levantam...para a ela própria retornarem.

Na Realidade...com uma força incalculável

Na aparência...tão frágil como a espuma.